51 3284-1800

SindisprevRS OF

Mais um golpe contra os servidores: INSS também assina convênio que aumenta contribuição à GEAP

COMPARTILHE:

Anexo documento para o MP com a denúncia do aumento abusivo da GEAP. Peça aos seus colegas, amigos e familiares que também encaminhem ao MP.

Brasília – Na onda de ataques aos trabalhadores do Seguro e Seguridade Social os representantes dos ministérios da Saúde, Trabalho e Previdência, aprovaram, no CONDEL, com dois votos contrários dos representantes dos servidores, o novo modelo contributivo para a GEAP quepassará a cobrar R$ 115,00 por cada participante do plano.
A Diretoria do INSS e os ministérios têm conhecimento da Ação ingressada pela FENASPS e sindicatos filiados junto à Justiça Federal de Brasília, contra mais este aumento abusivo
que a Diretoria da GEAP quer aplicar contra os servidores. Inclusive, foram citados a responderem no processo, antes da emissão da sentença. No entanto, optaram por fazer parte desta conspiração para extrair o máximo de dinheiro dos servidores ou então, obrigarem estes a migrarem para um plano inferior que não tem os atendimentos no plano GEAP/Saúde que os servidores pagam há mais de 45 anos. Agem como se fosse os donos da GEAP, quando na verdade o governo contribui com apenas 25% enquanto os servidores pagam 75% do valor do plano.
Na realidade, o governo transformou a Diretoria Executiva da GEAP num cabide de emprego indicando seus apadrinhados para viverem na “dolce vita” enquanto tramam contra os trabalhadores que serão obrigados a pagar mais, sem a garantia de atendimento na grande maioria das cidades, as quais não possuem médicos ou clínicas especializadas para exames de alta complexidade para atendimentos aos participantes do plano.
São essas algumas das razões que levam a FENASPS apresentar denúncia ao Ministério Público Federal, pois nenhum servidor autorizou o INSS a fazer migração de plano, isto configura quebra de contrato além do ataque gratuito aos nossos direitos. Isso ocorre justamente no INSS, que há mais de 11 anos não faz exames médicos periódicos. A direção do INSS tem conhecimento da situação de saúde dos trabalhadores e que estes trabalhadores utilizam os serviços da GEAP tendo que pagar a participação nas consultas, internamentos e exames. É lamentável esta atitude hipócrita de assinar um convênio sem fazer qualquer discussão com os
trabalhadores ou entidades representativas.
Este é o modelo de gestão? Retirar direitos! Atacar conquistas de forma autoritária, sem
oferecer nenhum benefício aos trabalhadores!
A FENASPS e Sindicatos filiados orientam a todos os trabalhadores a protocolarem denúncia no Ministério Público Federal (documento no link abaixo) exigindo a manutenção do contrato anterior, e contra o reajuste abusivo, que em alguns casos pode ultrapassar a 120% de contribuição. É fundamental que os servidores enviem também e-mails ao Ministro da Previdência e ao Presidente do INSS.
Aproveitamos para convocar a todos para participarem do ATO PÚBLICO que será realizado dias 18 e 19 de março em Brasília.

ABRA NO LINK ABAIXO O DOCUMENTO DE DENÚNCIA E ENCAMINHE AO MP:

http://www.fenasps.org.br/noticias/130309doc.pdf

Fonte: Fenasps

follow:

CONTEÚDOS