51 3284-1800

SindisprevRS OF

Procurador da República defende as 30 horas em audiência

COMPARTILHE:

Aconteceu nesta terça-feira (23/06), em Brasília, uma audiência para debater a situação da greve dos servidores do INSS. Reuniram-se com os diretores da Fenasps, representantes do INSS e do governo federal, entre eles Peterson de Paula Pereira, Procurador da República do Distrito Federal e Valdir Simão, Presidente do Instituto.
A Federação colocou que as razões pelas quais o Governo ampliou a carga horária para 40 horas é devido ao fato de cerca dez mil servidores estarem se aposentando nos próximos anos. Além disso, anuncia a abertura de mais de 700 postos sem a contratação de funcionários que passaram nos últimos concursos públicos.
Pereira declarou ser favorável as trinta horas semanais, justificando que o mesmo já acontece com os servidores do Ministério Público Federal. Sobre o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado no passado o procurador ressaltou que está longe da realidade do INSS e ainda admitiu que a carreira do Instituto é uma das mais desprestigiada no executivo, mesmo desempenhando importante papel para a sociedade.  Foi solicitada por ele, ao final, manifestação formal do INSS e do Ministério do Planejamento sobre o processo de negociações, e que fará contato com o Ministro do STJ e incumbiu o senhor Valdir Simão de fazer contato com o Ministro da Previdência.
Mesmo com a intenção dos servidores em buscar soluções para o impasse com o governo, o Presidente do Instituto mostrou relutância para dialogar e a falta de reconhecimento perante a categoria. ‘’Não vim aqui para negociar’’, exclamou.
Segue  abaixo as orientações do Comando Nacional de Greve  .

Orientações:

Ampliar a Greve;

Manter e ampliar o Comando Nacional;

Campanha pela CPI: ampliar as denuncias contra o INSS e reivindicar a instalação de um processo investigatório;

O Comando Estadual deve buscar as assembléias Legislativas e Câmara de Vereadores;

Buscar reuniões com os Médicos Peritos. Trabalhando a adesão da mesma a Greve Nacional;

O Comando, amanhã, 24/06, intensificará os contatos no Congresso Nacional;

A FENASPS e o Comando Nacional de Greve estão elaborando texto de coleta de assinaturas e cartaz Nacional;

Os Comandos Estaduais devem começar a organização das caravanas à Brasília no dia 01 de julho/09.

Fonte: Imprensa SINDISPREV-RS

follow:

CONTEÚDOS