51 3284-1800

SindisprevRS OF

Audiência Pública – Greve ganha apoio de senadores

COMPARTILHE:

audiencia_020709.jpg
Durante a audiência senadores declaram apoio à greve img00201.jpg
Diversos estados estiveram presentes durante a audiência
nesta quinta-feira em Brasília

Os servidores em greve do INSS de diversos estados (RN, MG, DF, SP, RJ, SC e RS), e a FENASPS participaram de uma audiência na manhã desta quinta-feira (2/07) com a Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Estavam presentes: Rosalba Ciarlini (Presidente da Comissão), senadores José Nery (solicitou a audiência), Roberto Cavalcanti, Augusto Botelho, Eduardo Suplicy e Paulo Paim.
Pelo Governo – Peterson de Paula Pereira – Procurador da República do Distrito Federal. Estavam convidados o Sr. Ministro da Previdência e Sr. Presidente do INSS – nenhum participou nem mandou representante.
FENASPS – Moacir Lopes; COBAP – Silberto Silva – (vice presidente da entidade), ANMP – Raimundo Parente (representando somente os peritos médicos do DF), a associação não mandou representante.
Na pauta estava o debate do andamento da greve e o reforço da reivindicação para o governo abrir negociações com os trabalhadores e não apenas tentar barrar a greve.
Superando a insistência do governo, em afirmar que não há greve no país, 20 Estados já aderiram a paralisação. As tentativas governamentais de passar por cima dos direitos dos trabalhadores e de greve, assim como evitar uma posição conciliadora, só distancia a possibilidade dos segurados voltarem a obter um atendimento melhor, e aumenta a adesão dos funcionários ao movimento.
Representantes da FENASPS conseguiram o comprometimento do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB) a conversar com José Pimentel, ministro da Previdência, para facilitar as negociações.
Também presente na audiência o Procurador da República do Distrito Federal Peterson de Paula Pereira, que manifestou apoio à exigência de manutenção das 30 horas de jornada. Segundo a FENASPS a declaração de Peterson os trabalhadores ganham força para continuar na luta por seus direitos.
No final da audiência nos senadores se comprometeram a montar uma comissão com os parlamentares da casa para pressionar o governo a abrir negociação com a Federação.
A FENASPS e os servidores presentes consideraram positiva a audiência, pois reforça o direito dos servidores fazerem greve revindicando a manutenção de suas conquistas históricas.


Fonte: FENASPS – Imprensa SINDISPREV-RS 

follow:

CONTEÚDOS