51 3284-1800

SindisprevRS OF

SINDISPREV protesta contra irregularidades na saúde

COMPARTILHE:

O SINDISPREV-RS participou na tarde desta quarta-feira (24), de ato público em defesa do SUS em frente à Prefeitura Municipal da Capital. O ato reuniu trabalhadores, sindicatos, entidades  e diversas centrais sindicais em protesto contra as irregularidades no Programa Saúde da Família da Prefeitura de Porto Alegre. Por meio da contratação da empresa Sollus, o governo Fogaça desviou cerca de R$ 10 milhões que deveriam ser destinados ao programa, de acordo com denúncia do Conselho Municipal de Saúde.

O diretor do SINDISPREV-RS Joel Soares defende a apuração total das irregularidades e o ressarcimento à população do valor desviado. "A Prefeitura foi notificada diversas vezes sobre o desvio do Instituto Sollus e não tomou nenhuma providência a respeito. Foi conivente com o roubo ao erário", afirma. A manifestação enfocou também a falta de interesse da imprensa, que não vem dando destaque ao caso.

Joel Soares destacou a grave situação da saúde em Porto Alegre. "Enquanto a Prefeitura fecha os olhos ao desvio de R$ 10 milhões, a população não tem atendimento nos postos públicos, não tem médico, faltam remédios", denuncia. Ele alerta para outras reivindicações da categoria, como melhores condições de trabalho, e destaca a luta contra o assédio moral, a privatização da saúde e a terceirização da mão de obra. Outra batalha da categoria é contra a superlotação do Grupo Hospitalar Conceição, que vem sendo negligenciada pelo governo, inclusive com demissões em massa sem justa causa.

Participaram do ato, entre outros, os vereadores Pedro Ruas (PSOL), Fernanda Melchionna (PSOL), Sofia Cavedon (PT), Aldacir Oliboni (PT), além do deputado estadual Elvino Bohn Gass (PT).




Imagens

follow:

CONTEÚDOS