51 3284-1800

SindisprevRS OF

30 horas: SINDISPREV-RS e FENASPS em Grupo de Trabalho para garantir direito dos trabalhadores

COMPARTILHE:

Conforme alinhavado na reunião da FENASPS, em janeiro, com o Ministro da Previdência Social Garibaldi Alves e o Presidente do INSS Mauro Hauschild, formou-se o Grupo de Trabalho que preparará a retomada das negociações da carga horária de 30 horas, a incorporação da GDASS, o plano de carreira do Seguro Social (atribuições, trabalho e remuneração iguais e estímulo à formação profissional através de cursos superiores, técnicos ou dentro do próprio INSS, etc)

 
A FENASPS foi a primeira entidade a se reunir com a nova direção do MPS e do INSS. A reunião ocorreu no dia 18 de janeiro, antes mesmo da posse do Presidente do INSS. Posteriormente, o governo fez reuniões com outras entidades ligadas a ele – via a CUT, central sindical vinculada ao governo Dilma.
 
A coincidência é que depois desse episódio, no e-mail institucional – vedado às mensagens da FENASPS e do SINDISPREV-RS -, as chefias começaram a divulgar suas posições. Não bastasse, reivindicaram – de forma arbitrária, pois foi em nome da categoria – a defesa das 35 horas semanais em detrimento da jornada de 30 horas, realizada por mais de 25 anos pelos trabalhadores do INSS.
 
A FENASPS e o SINDISPREV-RS reafirmam e convocam a categoria à defesa intransigente da pauta de reivindicações aprovada nas assembleias, plenárias e congressos estaduais e nacionais. Para arrancar do governo a melhor proposta possível para a categoria exigimos o máximo de unidade. A FENASPS e, especialmente, o SINDISPREV-RS estão abertos para discutir com as demais entidades sobre as ações comuns – desde que respeitada a vontade soberana da categoria. No entanto, recusamos, de antemão, qualquer ação que diminua a possibilidade de conquistas máximas possíveis para os trabalhadores.
 
Não podemos negociar a partir de propostas rebaixadas e que não correspondem aos interesses dos trabalhadores! A negociação, também, não pode ser feita com base na angústia, aceitando a primeira proposta do patrão! É nefasta a ação dos que trabalham para rebaixar as nossas reivindicações, auxiliando o governo a impor sua vontade sobre os trabalhadores!
 
A FENASPS e o SINDISPREV-RS vão buscar o máximo para a categoria. Toda e qualquer proposta apresentada oficialmente pelo governo será apresentada e avaliada nas assembleias estaduais e na Plenária Nacional.
 
Vamos ao Grupo de Trabalho para fortalecer a pauta de reivindicações na negociação – em que faremos num segundo momento com o MPS e o MPOG (Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão).
A FENASPS será representada no Grupo de Trabalho pelos companheiros Lidia de Jesus (INSS-BA) e José de Campos Ferreira (INSS-RS), além do suplente Moacir Lopes (INSS-PR).
 
A participação da FENASPS no Grupo de Trabalho e nas negociações acrescenta à luta que objetiva a garantia do atendimento das nossas reivindicações. A mobilização é de cada um de nós.
É hora de lutar!
follow:

CONTEÚDOS