51 3284-1800

SindisprevRS OF

Municipários da Saúde em Estado de Greve

COMPARTILHE:

Municipários da Saúde em Estado de Greve
30h na Saúde Já – Plano de Carreira para todos
 
Os trabalhadores municipais da saúde deliberaram pelo Estado de Greve na Assembleia-Geral realizada no dia 27 de julho no SIMPA. Esta deliberação foi tomada a partir dos informes recebidos dos membros da Comissão de representação ligada ao SIMPA. As conversações realizadas com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre não avançam para que o debate se caracterize em uma negociação.
 

Cada vez fica mais evidente que a pretensão do governo municipal é o de implementar as 40 horas, retirar qualquer direito até hoje conquistado pelos trabalhadores da saúde, tratamento diferenciado mesmo entre os já excluídos.
 
A intenção do governo é o de Implementar o Instituto de Estratégia de Saúde da Família, cuja contratação de profissionais é através da forma de CLT, 40 horas. Não sabemos, por exemplo, quais valores salariais serão estabelecidos; não temos, portanto, como afirmar que haja melhoria do atendimento à população.
 
Por estes motivos acima mencionados, o SINDIPREV-RS convoca a categoria dos trabalhadores em Saúde do município de Porto Alegre, sejam Municipais, Estaduais ou Federais para que se integrem nesta luta, que sigamos um exemplo, já conhecido nosso da Greve de 2003, em que paralisamos todas unidades da cidade. Naquele momento, garantimos a derrubada do Decreto do então prefeito João Verle (PT) e a manutenção das 30 horas.
 
Quais são as reivindicações dos trabalhadores da Saúde :
– Reconhecimento e implantação das 30 horas para todos na saúde;
– Plano de Carreira aos trabalhadores do SUS, com implementação de uma política de valores ao salarial aos trabalhadores ;
– Tratamento igualitário a todos que atuam e prestam serviços na Saúde para a prefeitura de porto Alegre;

– Melhoria nas Condições de trabalho e Atendimento à População.
follow:

CONTEÚDOS