51 3284-1800

SindisprevRS OF

Vote na chapa da Fenasps nas eleições dos conselheiros da GEAP para o Ministério da Saúde

COMPARTILHE:

Nos dias 27 e 28 de Junho serão realizadas as eleições diretas para eleger os representantes dos servidores do Ministério da Saúde no Conselho Deliberativo da GEAP para o CONDEL.

É muito importante a participação de todos os servidores titulares assistidos da GEAP nesta eleição. Portanto, nos dias 27 e 28 vote no seu local de trabalho, nas unidades onde tem servidor federal, nos hospitais e no Núcleo Estadual. Precisamos garantir  a democracia e eleger os nossos representantes.

Os candidatos indicados  pela FENASPS no Conselho Deliberativo têm lutado bravamente na defesa dos direitos dos assistidos, defendendo as propostas discutidas e votadas pela categoria. Essa postura firme e comprometida contribuiu para VITÓRIAS IMPORTANTES, como:

– Manutenção dos pais dos assistidos do Ministério da Saúde no plano GEAP Saúde;

– Aprovação da Lei nº 11.302, que manteve todos os Patrocinadores no plano;

– Liminar favorável no Mandado de Segurança que derrubou a determinação do Tribunal de Contas da União que manteria na GEAP apenas as instituidoras originais, excluindo os demais patrocinadores;

– Manutenção das contribuições dos assistidos num mesmo valor, mesmo quando a Portaria nº 01 do Ministério do Planejamento já autorizava a cobrança de acordo com a idade e o vencimento;

 – Credenciamento da FENASPS, por  meio de recurso administrativo, para participar do atual processo eleitoral de escolha dos conselhos da GEAP, entre outras.

FIQUE DE OLHO!
Vote em candidatos comprometidos com você e sua família. Os candidatos indicados pela FENASPS conhecem a Fundação, tem participado de todos os fóruns de discussões das questões da GEAP, tanto do Plano de Saúde como do Pecúlio e lutam diariamente em defesa da melhoria na qualidade do atendimento prestado pela GEAP.

MANTEMOS COMPROMISSO DE LUTA POR:

– Aumento dos valores per capta, pagos pelos Patrocinadores, para que o servidor não seja onerado no seu pagamento;

– Contra a Resolução do CONDEL que mudou a forma de contribuição dos assistidos, passando a ser de acordo com a idade e salário. Esta mudança de custeio põe fim à solidariedade que permitiu até hoje a  existência da GEAP como Autogestão.

– Queremos e vamos, com a ajuda da categoria, mudar a perversa fórmula  atual onde os titulares do plano pagam 70% das contribuições. 

– Vamos exigir que a GEAP e o governo desenvolvam campanha para trazer de volta ao plano os servidores que por falta de rubrica perderam o plano, bem como  trazer os novos trabalhadores que ingressaram no serviço público nos últimos concursos, permitindo assim a sobrevivência da GEAP;

– Dar ampla publicidade às ações  dos conselheiros, para que os trabalhadores saibam quem são aqueles que votam contra seus direitos e possam acompanhar e fiscalizar a ação de seus representantes;

– Comprovamos que a GEAP como plano de auto Gestão é a única opção viável de assistência à saúde suplementar para servidores públicos federais, principalmente aqueles que recebem menores salários;

– Mudar  a atual política do governo em relação à GEAP. Temos que mudar essa realidade. A última  plenária nacional da FENASPS deliberou por propor  a demissão de toda a Diretoria da GEAP, o que foi prontamente encaminhado por nossos representantes no CONDEL.

– Por iniciativa da FENASPS, vamos realizar Audiência Pública no Congresso Nacional para discutir as obrigações legais, as responsabilidades sociais e as políticas referentes ao custeio da saúde suplementar dos servidores públicos federais;

– Queremos resgatar o caráter solidário das contribuições, característica essencial e diferenciadora da Fundação, desde os seus primórdios;

– Propomos o resgate do Pecúlio em vida, a partir dos 65 anos de idade, sem deságio, para todos os peculistas que contribuíram durante sua vida.

– Defendemos que a GEAP e todos os Patrocinadores elaborem e coloquem em prática propostas para ampliar a adesão de novos peculistas ao PPF, pois, com o modelo de contribuição ora em vigor, não há interesse em novas adesões ao Plano;

– Propomos o retorno da carteira de empréstimos, já aprovada no CONDEL;

– Defendemos ações junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a vitória definitiva no julgamento do Mandado de Segurança, impetrado pela FENASPS, relativo à manutenção dos diversos patrocinadores.



FIQUE DE OLHO BEM ABERTO!

Não vote em representantes de entidades como a ANASPS, que passaram os últimos anos fazendo abertamente campanha publicitária em favor de operadoras privadas como UNIMED, AMIL e outras que, em certas localidades, chegam a proibir os profissionais de prestar serviços à GEAP, enfraquecendo nossa Fundação.

Imagens

follow:

CONTEÚDOS