51 3284-1800

SindisprevRS OF

Trabalhadores da SRTE paralisam atividades

COMPARTILHE:

 Pela quinta vez desde o dia 25 de junho, os trabalhadores da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) do Rio Grande do Sul, paralisaram as atividades no Ministério do Trabalho em Porto Alegre, nesta quarta-feira (18).

 

Durante a manhã dezenas de trabalhadores realizaram piquete em frente ao Ministério do Trabalho na capital. Eles estenderam uma faixa gigante na fachada do prédio, que mostrava as principais reivindicações da categoria, entre elas, a luta pelo plano de carreira; 30 horas; aumento real de salários e melhores condições de trabalho e atendimento à população.  Também foi entregue uma carta aberta, explicando os motivos da mobilização e denunciando o governo da presidente Dilma, que mantém a defasagem de quase duas décadas nos salários e outras políticas nefastas para os servidores e para a maioria dos brasileiros. Em Santa Maria (clique no banco de fotos), os trabalhadores também pararam as atividades e explicaram a situação de sucateamento do serviço à população.

Na parte da tarde os trabalhadores da SRTE participam de uma passeata pelas principais ruas da capital, conjuntamente com os servidores federais da saúde, da Fundação Nacional da Saúde (FUNASA), professores universitários, trabalhadores do IBGE em greve. A passeata segue até a frente da Assembleia Legislativa do RS, onde participam de audiência com o presidente da Assembleia, Alexandre Postal, quando será entregue um documento com a pauta de reivindicações dos grevistas e uma solicitação de apoio dos deputados estaduais, intervindo junto à bancada gaúcha no Congresso, para pressionarem o governo Dilma a abrir negociações com as entidades dos servidores.

O protesto acontece também em vários outros estados da federação, inclusive em Brasília.

Imagens

follow:

CONTEÚDOS