51 3284-1800

SindisprevRS OF

Apagão ecológico?!

COMPARTILHE:

A Gerência Executiva Porto Alegre pretende reduzir pela metade o número de lâmpadas nas agências, segundo a Gerência isso é uma adequação ao projeto “Gasto Eficiente e Consumo Consciente”, que prevê não só cortes em fontes de energia, mas também de insumos como papel entre outros. Questionados sobre o fato, explicaram que os cortes farão parte do Projeto e que ainda neste mês de junho será lançado para conhecimento de todos.

Enquanto a Gerência tenta justificar mais uma ação de sucateamento, esquece que servidores estão trabalhando no limite, já que sucessivamente é denunciado o deplorável estado de conservação das Agências da Previdência Social (APS) e das condições de trabalho impostas aos servidores do INSS. Recentemente denunciamos as péssimas condições da APS-BI em Porto Alegre.

A situação é de caos seguido como sempre do descaso. Tetos caindo, banheiros destruídos e todo tipo de mazela decorrente do péssimo gerenciamento, seguido é claro de condições de trabalho desumanas em nome de um ajuste orçamentário, conforme discutido na I Reunião Quadrimestral de Avaliação do Plano de Ação 2015, que reuniu gestores do INSS em 25 e 26 de maio em Florianópolis-SC, com a participação da presidenta do órgão, Elisete Berchiol.

A Reunião aprovou a máxima: “fazer mais com menos”, se é que é possível no caso do INSS. Enquanto isso a gerência de Porto Alegre começa a agir, maquiando o ajuste de Florianópolis em um Projeto com nuance ecológico e nome bonitinho. Todos servidores sabem que a única maneira de enfrentar esses ataques é reagindo ao constante sucateamento do setor, as cobranças de produtividade sem nada em contrapartida e condições de trabalho e atendimento insuportáveis. Participe da assembleia dos servidores do INSS, no próximo dia 27, no SINDISPREV-RS, quando estará sendo discutido o indicativo da FENASPS de greve por tempo indeterminado a partir do dia 7 de julho. Reaja! Todos na assembleia!

Imagens

follow:

CONTEÚDOS