51 3284-1800

SindisprevRS OF
ASCOM

ASCOM

Assessoria de Comunicação do SINDPREVRS

NOTA À IMPRENSA – Exigimos respeito aos trabalhadores do INSS

COMPARTILHE:

Os trabalhadores do Seguro Social de todo País estão indignados com a forma desrespeitosa como está sendo tratada a denúncia feita pela Revista Época sobre o atendimento feito a ex-presidente Dilma, que teria sido “beneficiada irregularmente em atendimento feito na agencia do INSS 502 – Sul em Brasília, onde requereu sua aposentadoria,  sendo atendida antecipadamente fora da lista de espera”.

No entanto, o Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Alberto Beltrame, apesar de não ter feito apuração das acusações da referida revista, publica nota fazendo “acusações aos servidores Fernanda Cristina dos Santos e Iracemo da Costa Coelho atual gerente da APS 502 – Sul, segundo o secretário são suspeitos de terem cometidos irregularidades na análise do processo de contagem de tempo e atendimento feito a ex-presidente Dilma, e, portanto serão exonerados”.

A Federação Nacional de Sindicatos em Saúde e Previdência Social repudia a atitude do Secretário Alberto Beltrame e exige imediata apuração de todos os fatos envolvendo esta situação da aposentadoria da ex-presidente, mas em restrita obediência aos procedimentos previstos no Regime Jurídico Único e normas legais, pois desta forma estará a assegurando a ampla defesa a todos os trabalhadores, que foram sumariamente acusados e julgados pela exposição pública feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social, antes mesmo de instaurar a sindicância e ou processo administrativo disciplinar para apurar a verdade.  Exigimos ainda que seja investigado como foi quebrado o sigilo do processo desta segurada, que teve seus dados extraídos do cadastro do INSS e vazados à imprensa com objetivo de criar fatos políticos. Os  servidores do INSS cumpriram suas funções como estabelece a lei e a constituição e não podem ficar a mercê dos mesquinhos interesses políticos, sem estarem envolvidos nesta disputa sórdida da política brasileira.

Estamos solidários aos trabalhadores do INSS, não aceitaremos que sejam acusados de fatos que sequer foram apurados, nem envolvidos nesta disputa inter partidárias, iremos acompanhar de perto as investigações dando apoio a todos os servidores que foram involuntariamente envolvidos nesta trama. Vamos apresentar denúncias aos órgãos de controle, CGU, AGU e TCU e Comissão de Ética da Presidência da República, para apurar os fatos e investigar as atitudes intempestivas do ministro e sua equipe, assegurando que os servidores do INSS sejam respeitados em seus direitos. Fazendo deste um processo pedagógico para os agentes públicos que ocupam cargos de ministros e também no alto escalão em ministérios, aprenderem a agir sempre com uma conduta compatível com suas atribuições no espírito do Estado Republicano.

Brasília, 03 de Outubro de 2016

Diretoria Colegiada da FENASPS

Imagens

follow:

CONTEÚDOS