51 3284-1800

SindisprevRS OF

Milhares se mobilizam em Brasília contra PEC 55 e reforma do ensino médio

COMPARTILHE:

A terça-feira (29) foi dia de mobilização e protestos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Milhares de estudantes, trabalhadores, servidores, movimentos sociais e caminhoneiros realizaram ato contra a votação da PEC 55 (ex-PEC 241) e a reforma do ensino médio. As propostas passam por votação hoje no congresso.

Caravanas de várias cidades do Brasil carregam faixas com palavras de protesto contra o desmonte da saúde pública e reforma da Previdência para o movimento chamado "Ocupa Brasília". SindisprevRS e FENASPS estiveram participando da mobilização contra o governo Temer e a retirada de direitos trabalhistas e sociais, que representam um retrocesso de mais de 30 anos, terceirização e precarização do serviço público, além do sucateamento do serviço público como um todo.


A mobilização teve truculência da polícia, que agrediu as milhares de pessoas presentes no ato, jogando bombas de helicóptero contra a população indefesa. Conforme relatos do grupo do SindisprevRS que esteve na atividade, "foi um massacre igual ao período da ditadura. Noite triste pelo o que o Brasil está se tornando".


 

Conforme relatório da FENASPS, o país está mergulhado num processo autoritário governado por um Presidente Golpista, que no dia 29/11, disse ao que veio. Deu ordens para os Fascistas que vestem farda da Polícia Militar do DF jogar bomba de gás lacrimogêneo contra mais de 20 mil estudantes, professores, servidores públicos, trabalhadores desempregados, movimentos sociais, que estavam em Brasília, protestando pacificamente , CONTRA aprovação da PEC 55 e Reforma da educação. As ações truculentas da PM transformaram a Esplanada dos Ministérios em Brasília num campo de guerra, deixando feridos centenas de estudantes, trabalhadores e integrantes dos movimentos. Felizmente não houve nenhuma vítima fatal.
No entanto, numa guerra a primeira vítima é a verdade, e a imprensa que apoiou o golpe tenta culpar os jovens pela agressões, querendo isentar a polícia que disparou centenas de bombas contra a multidão. Em reação um grupo de manifestantes fizeram barricadas, tendo vários veículos incendiados e Ministérios com janelas e vidros quebrados. Este o resultado da truculência policial uma total irresponsabilidade dos governos Rolemberg e Temer. 


 

Atualizada em 30 de novembro.

Imagens

follow:

CONTEÚDOS