51 3284-1800

SindisprevRS OF

Paralisações nas APS marcam Dia Nacional de luta contra a Reforma da Previdência

COMPARTILHE:

O dia nacional de luta contra a Reforma da Previdência começou com paralisação dos serviços das Agências da Previdência Social (APS) em quase todo o Estado, com adesão em cidades como Pelotas, Rio Grande, Jaguarão, Rio Pardo, Santa Cruz, Novo Hamburgo e São Leopoldo. Das oito agências da capital, apenas uma permaneceu aberta, sendo que nas demais apenas perícias agendadas para esta quarta-feira foram realizadas e os demais serviços serão remarcados.

No começo da manhã, a mobilização ocorreu na APS Centro (IPASE), onde o SindisprevRS informou a população sobre os motivos da paralisação, com distribuição de panfletos, que esclareciam a manobra do governo com a reforma da previdência, que retira direitos e conquistas do trabalhador e de que forma afetará a vida dos trabalhadores e aposentados caso seja aprovada.

Na sequência, ocorreu um evento no Tribunal Regional do Trabalho 4, promovido pela “Frente em Defesa da Dignidade no Trabalho”, com apoio de diversos sindicatos, que discutiu a Reforma da Previdência com juízes do trabalho, economistas e especialistas na área. Em sua palestra, o juiz Guilherme Feliciano reforçou o argumento do SindisprevRS afirmando que a reforma é um confisco da contribuição dos trabalhadores.

Na parte da tarde, as atividades de mobilização continuam com uma assembleia no SindisprevRS, às 15 horas e mobilização na Esquina Democrática a partir das 17 horas.

Imagens

follow:

CONTEÚDOS