51 3284-1800

SindisprevRS OF

Abertura do Encontro Estadual de Servidores Ativos da Saúde e Anvisa teve teatro e chamado para luta em defesa da carreira e do serviço público

COMPARTILHE:

No último final de semana (31 de agosto, 01 e 02 de setembro) ocorreu o Encontro Estadual de Servidores Ativos da Saúde e Anvisa, promovido pelo Sindisprev RS, na cidade de Gramado. Na abertura do evento, que reuniu mais de 100 participantes da Capital, Região Metropolitana e interior do Estado, as/os diretoras/os do sindicato e trabalhadoras/es das categorias fizeram uma saudação, enfatizando a importância do Encontro frente ao contexto de grave crise política e de sucateamento dos serviços públicos. Além disso, houve a participação de um grupo teatral que apresentou uma sátira às atuais condições de trabalho das/os servidoras/es da Saúde e Anvisa.


 

De acordo com o diretor do Sindisprev RS, Paulo Sérgio Nobre de Carvalho, a partir do Encontro serão construídas linhas de trabalho para que as/os trabalhadoras/es possam continuar lutando através do sindicato. Já a diretora da Secretaria de Políticas Sociais, Dinara Del Rio, destacou que o debate sobre reestruturação das carreiras precisa ser construído com as bases e lembrou que o último concurso público para a saúde federal foi em 1984.


 

“Nos locais de trabalho há sucateamento e assédio moral. Muitos trabalhadores já estão prestes a se aposentar e não o fazem pela questão salarial ou porque não têm perspectivas de garantias de futuro. Neste momento político, é necessário avançar na construção de uma sociedade igualitária”, disse Dinara.

Após as falas de saudação, o grupo de teatro Coração Fênix fez uma intervenção, chamando seis pessoas do público para participar da representação de situações do cotidiano das/os servidoras/es, como sucateamento, assédio moral, sexual, adoecimento por causa do excesso de trabalho, discriminação e outros temas. Ao final, convidaram a todas e todos a dar uma “injeção de ânimo” em seus colegas. Também conclamaram as/os servidoras/es a não ficarem indiferentes e entrarem em cena na luta por seus direitos.


 

A proposta do grupo foi fazer um teatro fórum, onde a plateia não era mera espectadora, atuando na construção da cena. As integrantes são trabalhadoras da saúde e atuam no Grupo Hospitalar Conceição. Motivadas pelas inquietações e pelas lutas da categoria, formaram o grupo amador de teatro. A proposta é construir outras formas de diálogo com as/os trabalhadoras/es, de maneira a barrar o retrocesso na carreira do serviço público e nas conquistas da categoria de um modo geral.


 

Conforme Gláucio Rodrigues, diretor da Secretaria de Organização e Coordenação, o Encontro Estadual de Servidores ativos da Saúde e Anvisa cumpriu importante papel de resgate, a partir de um trabalho desenvolvido durante meses, viajando pelo interior do Estado e conversando com as/os servidoras/es. “Devemos nos concentrar na busca da retomada de tudo o que o governo nos tirou. Foi um massacre contra todos os servidores e é por isso que precisamos organizar a nossa luta”, finalizou.

follow:

CONTEÚDOS