51 3284-1800

SindisprevRS OF

Nota de repúdio às declarações feitas pelo jornalista Gustavo Victorino, no programa Atualidades Pampa

COMPARTILHE:

O Sindisprev RS vem expressar total repúdio às declarações absurdas e desrespeitosas contra os servidores do INSS feitas pelo jornalista Gustavo Victorino, no programa Atualidades Pampa, que foi veiculado pela TV Pampa no dia 01/10/2018.
Ao comentar sobre os problemas enfrentados pela população no atendimento do INSS, o jornalista afirmou que os servidores “não têm vergonha na cara”, que são “invariavelmente burocratas atrás de uma mesa, protegidos pela estabilidade”, aprovados “num desses concursinhos”, sugerindo que foram fraudados. E conclui dizendo que “a ordem da burocracia”, se referindo aos servidores, é não atender aos usuários.
Diferente do que afirmou o Sr. Gustavo Victorino, os servidores do INSS não têm qualquer responsabilidade pelo “pente fino”, como vem sendo chamado o Programa de Revisão dos Benefícios por Incapacidade (PRBI). Isto é uma política de governo, arquitetada pelo Ministério do Desenvolvimento Social através do qual planejam gerar, só em 2018, uma economia de R$15,7 bilhões com o cancelamento de auxílios-doença e aposentadorias por invalidez. Portanto, é o governo quem deve ser responsabilizado por este problema, por estar fazendo ajuste fiscal às custas dos segurados da previdência!
Além disso, a estrutura do INSS passa por um severo processo de desmantelamento como parte da reforma da Previdência capitaneada pelo governo. O número de servidores é insuficiente para atender toda a demanda de serviços e cerca de metade deles podem se aposentar a qualquer momento, o que levaria ao colapso do atendimento à população. Não há qualquer perspectiva de contratação de novos servidores. O aumento do número de processos represados sem análise, maior demora no atendimento, exclusão de serviços prestados nas agências e terceirização de procedimentos têm sido, até agora, os principais resultados da implantação do INSS Digital para a população.
Nada disso é culpa ou responsabilidade dos servidores do INSS que, diariamente, se confrontam com essa realidade caótica que se instalou no instituto e procuram contornar todos esses problemas para atender da melhor forma possível a população. As afirmações feitas pelo Sr. Gustavo Victorino só reforçam a mentira, amplamente promovida na imprensa, de que os problemas no atendimento do INSS são culpa dos servidores. Com isso, livra de toda a culpa aqueles que são os verdadeiros responsáveis pelo caos que vivenciamos hoje no INSS: o governo, os ministros e gestores de alto coturno indicados por eles.

follow:

CONTEÚDOS