51 3284-1800

SindisprevRS OF

Fenasps exige cumprimento do adicional de insalubridade para os trabalhadores do Ministério da Saúde

COMPARTILHE:

As entidades nacionais Fenasps, Condsef e CNTSS foram recebidas pelo novo coordenador-geral de Gestão de Pessoas do Ministério da Saúde (CGESP/MS), Ademir Lapa, nessa última segunda-feira, 21. Esta foi a primeira reunião da Mesa Setorial de Negociação Permanente do MS (MSNP/MS) de 2019, que é um dos únicos espaços permanentes de negociação ainda ativos dentre todas as carreiras do executivo.

Na ocasião, o principal ponto de pauta ressaltado pelos representantes sindicais foi a retirada do adicional de insalubridade dos trabalhadores do Ministério da Saúde, com a edição da Nota Informativa nº 17689/2018 do Ministério do Planejamento. O não pagamento acontece devido a uma falha na renovação dos laudos técnicos, isto é, um problema operacional do próprio governo, e está tendo influência drástica no salário dos trabalhadores.

Os representantes foram enfáticos em requerer que o novo Coordenador faça intervenção junto ao gabinete do ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, para que este entre em contato imediatamente com o Ministério da Economia sobre a necessidade de manter o adicional de insalubridade.

O repasse é que já há mobilizações nas bases, e caso o problema não seja resolvido, poderão ocorrer paralisações nas atividades do setor. O coordenador comprometeu-se em resolver o quanto antes a questão, e deu o prazo desta sexta-feira (25), para dar uma resposta formal sobre a situação.

Fonte: FENASPS

follow:

CONTEÚDOS