51 3284-1800

SindisprevRS OF

Atenção, jovem: A secretaria de aposentados tem um recado para você

COMPARTILHE:

Precisamos, enquanto sociedade e entidades, pensar em nossos jovens. Temos, sim, que pensar no presente e nas consequências do que estamos vivendo, mas não podemos deixar de ter um olhar atento às políticas públicas voltadas para a juventude, pois muitos jovens hoje são pais de família ou ajudam seus pais, e certamente estão passando por sérias dificuldades.

Devido aos efeitos da pandemia, o Fundo Monetário Internacional (FMI) projeta que este ano o PIB, ou seja, a soma de todos os bens e serviços, produzidos no Brasil, cairá 9,1%.

Já a Organização Internacional do Trabalho estima que, além de milhares de mortes, a COVID-19 pode causar o fechamento de 195 milhões de postos de trabalho em todo o mundo.

Só na América Latina e Caribe, a crise pode fechar 14 milhões de vagas de trabalho e, por isso, afirmamos que a economia vai exigir verdadeira reconstrução dos mercados de trabalho e quem mais vai sofrer serão os jovens que disputarão vagas entre os qualificados e não qualificados, e com isto, os mais vulneráveis sofrerão com mais intensidade.

O governo propõe reformas que prejudicam as populações carentes e os trabalhadores através da retirada de direitos e diminuição dos serviços públicos, entendemos que esse não é o caminho.

Por um mundo mais justo, precisamos de direitos sociais que diminuam as diferenças e que garantam oportunidades igualmente para todos.

O SindisprevRS não vê essa preocupação com o jovem, por parte deste governo, principalmente para os que não tiveram oportunidade de capacitação técnica.

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos tem responsabilidade por essa parcela da população. Qual é a proteção que é oferecida para os vulneráveis?

A secretaria de aposentados é composta por pessoas com mais de 60 anos e que se preocupam com a juventude de nosso país, por isso queremos deixar essas mensagens a todos os jovens que precisam enfrentar os desafios de viver em um país que não valoriza a pessoa idosa e nem o jovem trabalhador.

Imagens

follow:

CONTEÚDOS