51 3284-1800

SindisprevRS OF

RS aprova paralisação para o dia 24, caso a direção do INSS não atenda a pauta elencada no abaixo-assinado

COMPARTILHE:

A assembleia do SINDISPREV-RS realizada nesta quinta-feira, 19, aprovou a deflagração de paralisação para o próximo dia 24/11, caso a direção do INSS não atenda integralmente a pauta acordada na audiência realizada no último dia 12. Esta paralisação é um dos pontos ressaltado no abaixo-assinado organizado por servidores do Instituto lotados em diversos Estados, e que chegou a quase quatro mil assinaturas em todo o país.

Na audiência solicitada pelo SINDISPREV-RS com o presidente do INSS, e que aconteceu no último dia 12, uma comissão de representantes do grupo que organizou o abaixo-assinado entregou o documento ao gestor e cobrou atendimento das reivindicações da categoria. A gestão se comprometeu a atender diversos pontos no prazo de 10 dias. Na ocasião, os servidores e os dirigentes do sindicato reafirmaram que, se não fosse cumprido o prazo, a categoria iria paralisar o trabalho.

Até o momento foi atendido apenas um dos pontos apresentados na reunião, que é o abono das metas para os servidores do Amapá, que enfrentam estado de calamidade em decorrência do racionamento de energia elétrica. Além disso, a gestão sinalizou na reunião do GT das pontuações ontem, 18, que irá majorar a pontuação de 16 serviços em caráter emergencial.

Contudo, o abatimento dos feriados, a comunicação em tempo real das metas realizadas pelos servidores, e a consideração de todas as ocorrências e quedas de sistema para o desconto da pontuação, ao invés de abater apenas as que superem duas horas, ainda precisam ser implementadas. É fundamental que a categoria continue e amplie a pressão sobre a gestão para o cumprimento desta pauta.

O diretor Daniel Emmanuel ressaltou na assembleia que "amanhã mesmo deve ser formalizada decisão da categoria no RS para a direção do INSS, em cumprimento das formalidades legais necessárias para o exercício do direito de greve."

Além disso, foi definida a realização de nova assembleia de mobilização para o dia 23/11, para atualizar as informações e organizar o movimento. Foi aprovado também o envio de uma delegação para ir à Brasília na próxima semana, com o objetivo de acompanhar o cumprimento da pauta e ampliar a pressão sobre a gestão.

Participem da próxima assembleia, conversem com seus colegas, vamos ampliar o nosso movimento e a pressão sobre a gestão pelo atendimento da pauta. A força da nossa união será a nossa vitória. Vamos à luta!

follow:

CONTEÚDOS