51 3284-1800

SindisprevRS OF

INSS implementa “autoatendimento” precário e inseguro nas agências

COMPARTILHE:

     Nesta sexta-feira (01) o INSS inaugura na APS Canoas/RS o projeto de “autoatendimento” para segurados, que será implementado nas Agências da Previdência Social de todo Brasil. Sem investimento, infraestrutura e nem suporte para o usuário, trata-se basicamente da instalação de computadores comuns no interior das agências, com acesso ao site do Meu INSS (conforme mostra a foto).

     A nova proposta está sendo tratada como complementar, mas em Canoas, por exemplo, o agendamento para retirada de extrato de pagamentos permanece suspenso mesmo com a reabertura da agência, e só poderá ser realizado através do autoatendimento. Aos poucos, o INSS está retirando serviços importantes das agências, deixando à margem os segurados que não têm acesso aos dispositivos remotos e à internet, e que não contam com os conhecimentos necessários para realizarem sozinhos seu atendimento. 

     A realidade que observa-se em caixas eletrônicos de bancos é de pessoas que, mesmo em equipamentos programados para a maior acessibilidade possível, ainda precisam do auxílio de algum profissional. Não há garantia alguma que os usuários, especialmente pessoas idosas, conseguirão realizar sozinhas o serviço utilizando um computador na agência do INSS.

    Tendo em vista auxiliar os segurados no novo modelo, será necessário o apoio de um servidor, estagiário ou contratado, que não poderá realizar o serviço, tendo em vista que a senha de cada usuário é secreta. Trabalhadores e usuários ficarão expostos à Covid-19 sem a proteção de acrílico obrigatória para atendimentos na pandemia. Preocupa também que os usuários compartilharão equipamentos eletrônicos de difícil higienização. 

     Mais uma vez, não há política efetiva por parte do INSS para resolver a fila de mais de 1,8 milhão de processos em espera. A aposta no atendimento remoto é uma medida paliativa que prevê reduzir o atendimento nas agências, sem a realização de concurso público. Hoje, seriam necessárias 19 mil contratações para repor os servidores que já se aposentaram e irão se aposentar nos próximos anos.   

     O SindisprevRS defende o atendimento humano, presencial e de qualidade, que é um direito dos segurados, e pode ser complementado, sim, mas jamais substituído pelo atendimento remoto e autoatendimento.

 

Imagens

follow:

CONTEÚDOS