51 3284-1800

SindisprevRS OF

ORIENTAÇÃO AOS SERVIDORES DO INSS: NÃO ASSINE PACTUAÇÃO E PERMANEÇA EM 6H

COMPARTILHE:

O SindisprevRS orienta que os colegas servidores do INSS não assinem a pactuação para complementação da jornada prevista na Portaria Nº 54 e mantenham-se realizando jornada diária de 6h nas Agências da Previdência Social.

– Não assine pactuação por metas;

– Realize jornada diária de 6h;

– Promova reuniões nos locais de trabalho para discutir com os colegas a permanência em 30h semanais;

– Informe ao sindicato sua adesão a esta ação através do formulário: https://pt.surveymonkey.com/r/F5XNZPC ;

– Em caso de assédio ou coerção por parte das chefias (seja para pactuação por metas ou cumprimento de 8h) entre em contato e deixe o sindicato ciente. Será garantido todo apoio administrativo e judicial. 

 

>>> Contato SindisprevRS: (51) 3284-1800. 

 

JORNADA DE 30 HORAS FICA, FORA ROLIM!

O Presidente do INSS, Leonardo Rolim, novamente não cumpriu com sua palavra. A arbitrariedade da vez é a publicação da Portaria Nº 54 (clique para fazer download), que estabelece meta de produtividade em complementação à jornada de trabalho de 6 horas nas APS. A meta estabelecida é diária, equivale a 1,22 pontos e deve obrigatoriamente ser realizada fora da jornada regular. 

Vale relembrar que durante audiência com participação de mais de 300 servidores em 13 de setembro, Rolim comprometeu-se em prorrogar por 3 meses o prazo para cumprimento das 40 horas (estabelecido nas portarias nº 1.345 e 1.347). Também afirmou que até a nova data de implementação, seria criado um Grupo de Trabalho com servidores para discutir jornada e condições de trabalho. 

Nenhuma dessas promessas foi cumprida, pelo contrário, há chefias que já estão exigindo o cumprimento das 8 horas desde 1º de outubro, e os servidores são surpreendidos por esta nova medida que aumenta a carga de trabalho e a pressão por produtividade, na tentativa de empurrar todos os servidores aos programas de gestão. Além disso, a recente publicação da Portaria nº 1.351 abre possibilidade para perdas salariais, ao vincular a jornada de trabalho de 8 horas às metas de produtividade, inclusive associada com a Gratificação de Desempenho Individual (GDASS).

O SindisprevRS segue batalhando em defesa da jornada de 30 horas semanais, por condições adequadas de trabalho, sistemas de qualidade, metas justas e nenhum direito a menos.

 

 

follow:

CONTEÚDOS