51 3284-1800

SindisprevRS OF

Sem mais pretextos, negociação já! Congresso aprova arcabouço e servidores necessitam de resposta

COMPARTILHE:

Condição posta pelo governo para discutir o reajuste salarial com os servidores, o Congresso Nacional aprovou (com algumas alterações), nesta terça-feira (22/08), o arcabouço fiscal elaborado pelo Palácio do Planalto e concebido pelo ministro Fernando Haddad. É necessário, nesse contexto, pressionar o governo pela abertura de reais negociações como resposta à pauta urgente dos servidores: o reajuste salarial.

O arcabouço fiscal aprovado reafirma o ataque aos servidores e é sombrio para a categoria, pois estabelece uma série de restrições ao serviço público caso o governo não cumpra determinadas “metas fiscais”. Ele pode significar o congelamento salarial do servidor e a proibição de concursos se o governo não arrecadar o estabelecido pelas regras.
Estagnada por 7 anos (com somente um pequeno alento de 9% de reposição que não cobre grande parte da defasagem dos últimos anos) a questão remuneratória simboliza a desvalorização do serviço público e dos servidores. Por isso, chega de desculpas do governo diante da precarização das condições de trabalho e do desmonte das políticas sociais intensificado no período Bolsonaro:
Soma-se a isso o fato de que o salário do trabalhador não pode ser um jogo de “toma lá da cá” entre representantes do centrão e da direita com o governo em busca de vantagens e cumprimento de interesses nem sempre republicanos. São necessárias, para sinalizar mudanças, ações concretas por parte dos representantes do poder público no sentido de valorizar o servidor.
É hora de mobilização pela campanha salarial.

Chega de enrolação. Negociação já!

MAIS NOTÍCIAS

Informe da Reunião do Comando de Mobilização – 11 de julho

REDES SOCIAIS

AVISOS

CONTEÚDOS