51 3284-1800

SindisprevRS OF

Servidores lançam campanha contra os 30 minutos

COMPARTILHE:

Na manhã de sábado (15/08) os servidores do INSS reuniram-se no auditório do SINDISPREVRS para mais uma assembléia . A categoria, que mesmo tento voltado ao trabalho está em estado de greve, debateu muito e decidiu seguir a risca a legislação do Instituto Nacional do Seguro Social .

Um dos assuntos em pauta foi o novo comercial do INSS . Nele é mostrado à população ser possível conceder uma aposentadoria em 30 minutos . A categoria está analisando a possibilidade de apresentar ao Ministério Público uma denúncia formal contra o governo,  que veicula nacionalmente a propaganda, que não é apenas enganosa, como coloca a inteira responsabilidade do atendimento apenas na competência do servidor .  Na ocasião foi a lançada a nova luta dos servidores, com o seguinte slogan: ” 30 minutos só na televisão. Aqui, tempo necessário para reconhecer seus direitos”, uma alusão ao quadro de televisão ”se vira nos 30”, onde as pessoas possuem 30 segundos para mostrar todo o seu potencial e ganhar a prova.

Da mesma forma como o governo usou durante todo o período de greve  a legislação, agora os servidores também farão valer as leis. Os procedimentos legais serão feitos conforme a metologia à disposição, e toda e qualquer questão que estiver fora dos padrões deverá ser  formalizada por escrito. O SINDISPREVRS coloca à disposição o e-mail para auxiliar a categoria no que diz respeito às condições de trabalho. Todo e qualquer pedido ou reclamação pode ser enviado com cópia para o endereço eletrônico: condicoesdetrabalho@sindisprers.org.br.

A categoria deve permanecer unida, pois o descaso por parte do governo continua. Além de não possibilitar novos  concursos para novos funcionários, serão abertos mais de 700 postos em todo o país e em dois anos o INSS contará com menos 10 mil funcionários, sobrecarregando os servidores com o aumento da jornada de trabalho. Por outro lado, os gastos com a propaganda política continuam, e são mantidos pelo presidente Lula, que vetou, na semana passada, o projeto de cortar  as verbas para tais.

Os servidores já conseguiram a liminar das 30 horas, apesar de toda a intransigência mostrada por parte do governo, a declaração da ilegalidade do movimento e os cortes de salários destinados aos grevistas, que apenas lutavam pelos seus direitos. Outras vitótias dependem da luta e da resistência da categoria.  

MAIS NOTÍCIAS

Informe da Reunião do Comando de Mobilização – 11 de julho

REDES SOCIAIS

AVISOS

CONTEÚDOS